História e Dados Gerais

Monte do Carmo. É um município brasileiro do estado do Tocantins, a 89 quilômetros da capital do estado, Palmas. O município, com uma população estimada em seis mil habitantes, esta localizado na região central do estado, a uma altitude média de 295 m. Tem uma área total de 3.359,7 km² e uma densidade demográfica de 1.62 h/km². Monte do Carmo é um dos caminhos para o Jalapão e dispõe de rodovia asfaltada. A história de Monte do Carmo começa a partir do descobrimento das minas de ouro, na primeira metade do século XVIII. Prossegue em 1741 com a fundação do Arraial de Nossa Senhora do Carmo. Foi fundado pelo bandeirante Manuel de Sousa Ferreira, na confluência dos ribeirões: Matança hoje é córrego Água Suja (devido à lavagem do ouro), até o córrego Sucuri que abastece a cidade. Em 1836 deram-lhe o nome de arraial de Nossa Senhora do Carmo, 1911 foi denominado Carmo, em 1943 resolveram mudar para Tairuçu (palavra indígena), mas não durou muito, passou a se chamar Monte do Carmo em 1953.     http://www.montedocarmo.to.gov.br













A Igreja de Nossa Senhora do Carmo, localizada na Praça da Matriz no município de Monte do Carmo, foi tombada como Patrimônio Cultural do Estado do Tocantins, conforme publicação em Diário Oficial em ato inscrito em 25 de setembro de 2012, no Livro do Tombo Histórico e Etnológico e Livro do Tombo Arquitetônico, proporcionando valor histórico, arquitetônico e cultural à obra. A ação foi uma iniciativa da Secult - Secretaria de Estado da Cultura com o intuito de proteger, preservar e conservar este bem patrimonial do Tocantins.O superintendente de Patrimônio Cultural da Secult, Antonio Miranda, explica que “a Igreja de Nossa Senhora do Carmo reúne aspectos e símbolos característicos da identidade cultural do Estado do Tocantins”.Ainda segundo Miranda, o tombamento teve início com abertura de processo no dia 2 de fevereiro deste ano, seguido de reuniões com a comunidade local e da continuidade do processo que se constituiu em um conjunto de documentos com fundamentação teórica que justificou o tombamento, seguindo metodologia básica de pesquisa, análise do bem cultural a ser protegido contendo as informações necessárias à identificação, conhecimento, localização e valorização do bem no seu contexto.IgrejaConstruída em 1801, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo conserva as características da arquitetura colonial, lembrando muitos aspectos de algumas igrejas do interior de Minas Gerais, construídas antes do advento do modernismo, com influências coloniais, onde predomina a imponência da instituição sobre o contexto em que está inserida.Com mais de 200 (duzentos) anos de existência, a igreja de Nossa Senhora do Carmo é um ponto de referência para a realização das manifestações culturais e religiosas do município, sendo motivo de orgulho do povo carmelitano. A igreja é ponto de partida e de encontro das folias ao Divino Espírito Santo, uma das maiores festas religiosas do município e do Estado do Tocantins. A Festa de São Sebastião e a Festa do Carmo, onde se comemora a padroeira, Nossa Senhora do Carmo, o Divino Espírito Santo e Nossa Senhora do Rosário, em julho, é realizada em frente ao prédio da igreja.O que é tombamento?O tombamento é um ato administrativo realizado pelo Poder Público com o objetivo de preservar, por intermédio da aplicação de legislação específica, bens de valor histórico, cultural, arquitetônico, ambiental e também de valor afetivo para a população, impedindo que venham a ser destruídos ou descaracterizados.


Fonte:http://atn.to.gov.br/noticia/2012/9/28/igreja-de-monte-do-carmo-e-tombada-como-patrimonio-cultural-do-estado/  e(Ascom Secult)

Prefeitura Monte do Carmo © 2013
Todos os direitos são reservados.
Rua Benício Pinto Cerqueira, s/n - Centro
CEP. 77.585-000, Monte do Carmo - TO
Telefone
(63) 3540-1446 /
(63) 3540-1142